2.4.11

Havia uma ruína no meu bairro da qual eu gostava muito. Eram os escombros de uma antiga fábrica de qualquer coisa, abandonada há anos. Haviam buracos nas paredes, em certos lugares não havia mais nem sinal do telhado, estava sujo e havia mofo nas paredes. A vegetação crescia solta por onde havia espaço, conquistando novamente o seu lugar, depois de perdê-lo, em outro tempo, para os homens e seu mundo de concreto. Era maravilhoso. Apesar de despedaçado, parecia um símbolo de resistência à chuva, ao vento, ao tempo. Era como um corpo, resistindo para manter-se em pé apesar das adversidades.

Resolvi fotografá-lo em um dia de sol em meio a semanas de muita chuva. Dei sorte por encontrar o céu aberto, perfeito para cores bonitas. Fotografei minha musa, com um filme de 36 poses coloridas e uma câmera analógica da universidade. Gostei de algumas fotos, outras não.

Um mês depois, descobri que finalmente o homem e seu mundo de concreto venceu. Derrubaram tudo que tinha sobrado da construção. Agora só há um grande terreno baldio, onde nem a grama sobrevive. Me entristeci, mas sinto que isso serve para deixar minhas fotografias - e aquele momento - muito mais especiais.

Ruins

Ruins

Ruins

Ruin

6 comentários:

carlos massari disse...

essa é a cerâmica? a do paulo martins? a que eu queria fazer um filme de terror?

se ela não existir mais, eu estarei eternamente de luto.

sobrefatalismos disse...

Eu gosto muito de casas antigas, escombros, resistentes mesmo ao tempo. Também fotografo isso, quando posso. Minha cidade é uma ruína em muitos lugares.
Beijão.

Emi disse...

Poxa, tinha um lugar aqui na cidade pro qual eu sempre olhava e queria fotografar. Era um terreno enorme com uma casa abandonada no meio, mas enrolei muito muito muito... e agora construíram um supermercado gigante no lugar. Fiquei sentida por não ter cumprido o desejo. :/

Mônica Alves disse...

Nossa, que fotos lindas! Perto de casa também tem uma construção dessas, e parece coisa de filme mesmo. O tipo de coisa que só o tempo faz com os muros mesmo...

Kamilla Barcelos disse...

Sou apaixonada por casas antigas ou imóveis abandonados. Gostei muito das suas fotos! Você pegou vários ângulos legais!

Livia disse...

nossa sonho em encontrar um lugar desses por aqui para fazer um ensaio. tenho verdadeira paixão por lugares abandonados, vidraças quebradas, paredes caindo... os que já encontramos eram tão sinistros que não tivemos coragem de entrar... bom, eu não tive coragem! haha!